Timer de cozinha no formato de tomate que representa a técnica pomodoro

Aprenda a usar a técnica pomodoro e mude sua rotina!

Robson Ribeiro

Como você tem feito seu controle de tempo? Esse não é o tipo de pergunta que você vai ouvir de amigos ou em alguma conversa casual, mas ela faz toda a diferença na hora de ter uma rotina produtiva e saudável.

Constantemente fazemos as nossas atividades sem nos preocuparmos com o tempo gasto ou com a forma como as executamos. O problema é que essa forma de trabalhar e estudar nos faz perder tempo, atrapalha nosso desempenho e até impede que aproveitemos nossos momentos de lazer.

Por isso, neste texto vamos te ensinar a usar uma excelente ferramenta de gerenciamento de tempo: a técnica pomodoro.

Timer no formato de tomate que representa a técnica pomodoro

O que é a técnica pomodoro?

No final da década de 80, o italiano Francesco Cirillo tinha acabado de entrar para a faculdade. Nesses primeiros momentos de vida acadêmica ele buscou por uma forma de melhorar sua produtividade.

A solução encontrada foi usar um timer de cozinha no formato de tomate (“pomodoro” é a palavra em italiano para tomate). Ele marcava seu tempo de estudos ali e, enquanto o timer não emitia o som de término do tempo, Cirillo se mantinha concentrado.

Depois de obter bons resultados com essa técnica tão simples, Cirillo divulgou sua descoberta e ficou conhecido no mundo todo.

Qual é a ideia por trás dessa forma de gerenciamento de tempo?

A técnica pomodoro tem a proposta de auxiliar a pessoa a intercalar períodos de alta concentração e produtividade com breves descansos. Desse modo, ela reduz o tempo que passamos procrastinando e faz com que terminemos as tarefas que nos propusemos a fazer.

Em outras palavras, o método pomodoro é uma ferramenta de gestão de tempo que faz com que você, estudante, se dedique durante 25 minutos aos seus estudos e fique longe do Instagram nesse período. Da mesma forma, essa técnica também separa um tempo para que você procrastine um pouco.

Talvez Francesco Cirillo nem mesmo soubesse disso quando criou a técnica, mas o cérebro humano tem picos curtos de concentração. Ao se forçar em uma tarefa durante longos períodos, ficamos improdutivos, não rendemos e perdemos completamente o foco.

Com o gerenciamento de tempo do pomodoro, focamos em produzir durante esse pico de concentração e descansamos durante os períodos de perda de foco (o que acaba sendo muito mais produtivo).

Em quais situações o pomodoro pode ser usado na vida?

Como usar o pomodoro?

A técnica pomodoro foi sendo aprimorada desde quando foi criada por Francesco Cirillo no final da década de 80. Ela continua sendo simples de ser aplicada ao nosso dia a dia, mas existem alguns passos que devem ser seguidos. Anote-os!

1. Faça uma lista de tarefas no papel

Para começar seu dia, faça uma lista com todas as atividades que precisam ser feitas (ou um cronograma de estudos para o dia). É interessante fazê-las em uma folha de papel, porque é mais fácil de acompanhar, fazer alterações e riscar.

O principal motivo para usar o papel é esse: riscar as tarefas. Não há nada melhor do que riscar uma tarefa feita e ter aquela sensação de dever cumprido. Além disso, no final do dia você tem uma visão clara de tudo que conseguiu concluir.

2. Reduza suas distrações

Antes de iniciar os estudos, limpe as distrações. Tire da mesa as coisas que você não precisa, feche o WhatsApp Web, e-mail e redes sociais. Coloque seu celular no silencioso e, se possível, desligue a internet — caso alguém precise de você, a pessoa poderá ligar.

3. Inicie o primeiro pomodoro

Lista de tarefas pronta e ambiente de estudos organizado? Ótimo! Então, inicie o seu primeiro pomodoro. Em um timer, aplicativo ou site (existem vários aplicativos e sites que oferecem isso) marque 25 minutos.

Durante esse tempo, foque 100% na sua atividade. Não faça nada além do que a primeira atividade que está na sua lista de tarefas. Caso ela termine antes dos 25 minutos, aproveite para revisá-la (é importante dedicar 100% do tempo apenas a uma atividade).

4. Tire 5 minutos de pausa

Assim que o timer tocar, pare imediatamente de fazer o que está fazendo e risque a tarefa caso tenha terminado. Se ainda falta algo a ser feito, coloque o progresso na frente. Exemplo: “Terminar as questões de física — 50% concluídas”.

Terminada a atualização, marque 5 minutos no seu timer e se levante. Vá mexer no seu celular, beber água, ir ao banheiro, relaxar ou fazer qualquer outra coisa até que soar o alarme.

5. Repita o pomodoro

Assim que seu descanso terminar, repita o processo: foque em uma tarefa durante 25 minutos, pare imediatamente assim que o timer tocar, descanse por 5 minutos e repita o ciclo.

6. Faça uma pausa longa (pomodori)

Após quatro pomodoros, é hora de fazer uma pausa maior. Ela tem aproximadamente 20 minutos e é chamada de “pomodori”. Use-a para descansar bastante e fazer alguma coisa de que gosta.

Não se preocupe, essa parada de 20 minutos não é uma perda de tempo. Pelo contrário, com esse descanso você se torna mais produtivo e pode aproveitar melhor seu período de estudos.

Para que a técnica pomodoro realmente dê certo, você deve seguir à risca os tempos e as regras. Não termine uma tarefa depois que os 25 minutos acabaram e nem inicie uma nova no tempo de outra. No início o seu cérebro vai tentar procrastinar, mas com treino ele aprenderá a ficar 100% focado durante cada pomodoro.

E para aproveitar ainda mais esse método, leia nosso post sobre as 4 melhores técnicas de estudo e comece a utilizá-las na sua rotina.Conheça as 4 melhores técnicas de estudo!

Assine nosso blog

Assine !

Mais Posts