mercado de trabalho para médicos

Como está o mercado de trabalho para medicina?

Robson Ribeiro

Certamente, uma das preocupações de quem cogita ou mesmo sonha com o curso é como está o mercado de trabalho para Medicina. A história de que a carreira está sempre associada a sucesso profissional e financeiro é um mito ou pura realidade? Vale a pena esclarecer tudo isso, até para que a visão dos futuros acadêmicos seja a mais realista possível.

Nas salas de aulas e nos cursinhos preparatórios não se fala em outra coisa. O promissor mercado de trabalho para Medicina, com direito a salários vistosos, parece ser mesmo o sonho de quase todos. Vamos analisar mais atentamente essa “crença” e observar se realmente faz sentido.

mercado de trabalho na medicina

Há emprego para todos?

De acordo com dados recentes do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), a taxa de empregabilidade do curso de Medicina é de incríveis 97%. O que quer dizer que dificilmente um médico passa muito tempo desempregado porque falta de oportunidade não há.

O que acontece, muitas vezes, é uma concentração de profissionais em determinadas regiões. Nas maiores cidades, por exemplo, há  muito mais médicos do que em municípios interioranos. Consequentemente, a concorrência é maior nos grandes centros. Segundo o Conselho Federal de Medicina, neste momento existem mais de 475 mil médicos em atividade no Brasil.

Uma maior competição depende da área de atuação também. Especialidades como Pediatria e Obstetrícia são muito mais procuradas do que Genética, por exemplo. Esse aspecto impacta diretamente no salário, de que vamos falar logo a seguir.

Falando sobre salários

Será que o tão famoso salário de médico é mesmo uma coisa espetacular? Dá para enriquecer entrando no mercado de trabalho para Medicina? Depende do que é enriquecer para você.

Em início de carreira, ainda durante a residência, os salários dificilmente ultrapassam os R$ 2.500. O valor, em si, não é ruim - até porque a média nacional de remunerações é mais baixa do que isso -, mas o futuro profissional deve lembrar que vai trabalhar com plantões e as 40 horas semanais normais não serão uma regra. Na maioria dos casos, a carga horária pode ultrapassar as 60 horas por semana e lotadas de plantões em horários em que as outras pessoas comumente estarão em suas camas dormindo.

Com a experiência e o tempo, o valor sobre consideravelmente. Com cerca de 6 a 7 anos de carreira, a expectativa é a de que o profissional receba uma média de R$ 15.000 a R$ 19.000 por mês. Lembrando que esse é um valor médio e que pode variar consideravelmente dependendo do setor e das condições de trabalho.

Algumas especialidades são muito mais privilegiadas do que outras financeiramente, e alguns salários podem ser até três vezes maior do que outros. Confira abaixo as carreiras com as melhores remunerações e descubra finalmente quanto ganha um médico. Os dados são de um levantamento feito pelo site Catho e pela Revista Exame em 2018.

  • R$ 30 mil - Neurocirurgião; 
  • R$ 18.564 - Cirurgião Plástico;
  • R$ 15.975 - Cirurgião Geral;
  • R$ 14.353 - Ortopedista;
  • R$ 9.909 - Médico Auditor Sênior;
  • R$ 9.849 - Médico Anestesista;
  • R$ 9.058 - Dermatologista.

Se quer ter um emprego de médico, já sabe: prepare-se para estudar e trabalhar e entrar em um mercado permanentemente concorrido.

Melhor cursinho para Medicina: o que ele deve oferecer?

Assine nosso blog

Assine !

Mais Posts