como fazer uma rotina de estudos

Como montar uma rotina de estudos eficiente?

Robson Ribeiro

Ter uma rotina de estudos é fundamental para obter resultados positivos, pois organização e consistência são dois grandes segredos do sucesso. Com um cronograma, a gestão do tempo é mais eficaz e dificilmente você sentirá que esqueceu algum assunto ou que deixou de rever aquela matéria.

O erro de muitos candidatos é criar uma rotina de estudos que não condiz com a realidade deles. Isso cria dificuldade em manter o compromisso e aumenta a desmotivação. Para que isso não aconteça com você em um momento tão importante, saiba como estudar eficientemente com o seu plano semanal.

como montar uma rotina de estudos

1. Defina quanto tempo você realmente tem para estudar


O primeiro passo para organizar os estudos é honestidade. Pense bem na sua rotina. Você frequenta a escola? Algum cursinho? Quantas horas de aula tem por dia? Quanto tempo leva nos deslocamentos? Faz alguma outra atividade? Quantas vezes por semana?

Considerando que esse horário que já está preenchido, você define o restante do dia para estudar. Mas lembre-se de ser sempre realista. Não adianta querer estudar 15 horas por dia depois de chegar do cursinho e nem preencher totalmente a agenda com outras atividades, esquecendo-se de que é ano de vestibular.

2. Não siga integralmente o plano de estudos de outra pessoa


“Ah mas fulano só passou para Medicina porque estudava 12 horas por dia” ou “a filha da vizinha da cunhada do meu amigo madrugou durante meses respondendo questões e tirou 980 pontos no ENEM”. Todos nós já ouvimos histórias parecidas com essas, que podem ser verdadeiras ou não. O certo é que elas não devem servir de modelo.

Primeiro, porque quantidade não necessariamente quer dizer qualidade. E, segundo, que cada pessoa tem a sua própria forma e tempo de absorver conteúdos. Por isso, entenda a sua rotina e monte o seu plano com base nela e nas suas necessidades.

3. Alterne as disciplinas


Há sempre aquelas disciplinas em que nós temos mais dificuldades e que merecem um pouco mais de atenção, mas não devemos focar exclusivamente nelas. A orientação é que, caso você já assista aulas, continue com as matérias daquele dia depois de chegar em casa. Isso ajudar a fixar o que foi estudado em sala.

É importante também alternar entre disciplinas de Humanas e de Exatas, por exemplo. Essa “quebra” deixa a rotina menos monótona e favorece os estímulos cerebrais.

4. Faça pausas e tenha tempos de descanso


Nunca abra mão do descanso, não importa quantas horas decida estudar. Ao contrário do que se pensa, isso é um erro e prejudica o rendimento do aluno ao invés de ajudar.

técnicas de estudo que recomendam 15 minutos de descanso a cada 1 hora de estudo. A Pomodoro, por exemplo, já menciona 25 minutos de concentração e 5 de descanso. O certo é que parar de vez em quando é sempre importante. 

Em termos de organização semanal, a rotina deve ser mantida de segunda a sexta-feira, sendo que o sábado pode ser mais dedicado a exercícios ou outras atividades de lazer. O domingo fica eleito como o dia de descanso.

Estudar para o vestibular: tudo o que você não pode fazer

Mais Posts