estudar

Como é o vestibular da Fuvest?

Robson Ribeiro

O vestibular Fuvest é um dos principais e mais concorridos do país. Organizado por uma instituição independente, esse processo seleciona alunos para a maior parte das vagas da Universidade de São Paulo (USP). As demais vagas da USP estão disponíveis via SISU, para os candidatos que fizeram o ENEM.

A seguir, apresentamos tudo o que você precisa saber sobre o funcionamento do processo seletivo da Fuvest e como se preparar para esse vestibular. Não perca!

aprovacao

Como funciona o vestibular Fuvest?

Podem fazer o vestibular Fuvest pessoas que já concluíram ou que cursam o último ano do ensino médio. Estudantes do primeiro e segundo anos podem fazer a prova como “treineiros”, sem concorrer às vagas nas instituições de ensino. O processo seletivo é composto por duas fases. Saiba mais sobre cada uma delas a seguir!

Primeira fase

Na primeira fase da Fuvest, o candidato deve responder 90 questões de múltipla escolha no prazo de cinco horas. Elas abordam conteúdos de diversas disciplinas do ensino médio, como português, história, matemática, física e inglês, além de conteúdos interdisciplinares.

A lista de assuntos que podem ser cobrados é bastante extensa e existem obras exigidas na prova de literatura, tanto na primeira quanto na segunda fase do vestibular, A duração da 1ª fase é de 5 horas e o nível de dificuldade das questões é bem elevado.

Segunda fase

A segunda fase da Fuvest é dividida em dois dias de provas dissertativas. No primeiro dia, são cobradas dez questões de português, além de uma redação no modelo de dissertação. No segundo, são 12 questões que variam entre duas e quatro disciplinas, a depender do curso desejado pelo candidato. É importante conferir no manual do candidato quais são as disciplinas para a carreira que você optar.

Como é calculada a nota?

A nota de corte da Fuvest é estabelecida a partir da prova da primeira fase. Ela é a nota do último candidato selecionado para a segunda etapa do vestibular. O número de selecionados para a fase seguinte é calculado a partir da expressão N = K x V, onde:

N = número de convocados para a segunda fase;

V = número de vagas de determinado curso;

K = parâmetro determinado pela média da pontuação não anulada dos candidatos desse curso (MC):

a) K = 3, se MC ≥ 60;

b) K = 2, se MC ≤ 30;

c) K = 1 + (MC/30), se 30 < MC < 60 (K varia entre 2 e 3, nesse caso)

Para calcular sua nota final, basta converter a pontuação obtida para a base decimal. Se, por exemplo, você tirou 65 pontos do total de 90, multiplique esse valor por 100 dividido por 90. O resultado seria 72,22. Candidatos que acertam menos de 30% ou 27 questões da prova são eliminados automaticamente.

Como se preparar para o vestibular da Fuvest?

Alunos que conquistaram as primeiras posições no vestibular Fuvest têm as mesmas dicas para quem deseja se preparar para as provas. Dar prioridade a temas que têm mais dificuldade, tirar dúvidas, estudar provas anteriores da Fuvest e treinar redação são algumas delas. Além disso, também é importante reservar tempo para descansar e se divertir.

Neste post, você descobriu como funciona o vestibular Fuvest, que seleciona alunos para grandes instituições de ensino do Brasil. Seguindo as dicas de quem já passou pelo processo seletivo, você terá muito mais chances de se dar bem na primeira e na segunda etapas deste vestibular.

Que tal se preparar para a Fuvest com os melhores? Acesse o site do Poliedro e conheça nosso sistema de ensino!

INSCREVA-SE NO CONCURSO DE BOLSAS 2019 DO POLIEDRO!

Mais Posts