escolher curso.jpg

Como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Robson Ribeiro

Dados lançados! Depois da maratona para responder às 180 questões das provas objetivas e elaborar uma redação, chegou a hora de conferir a nota do Enem.

Vaga em universidade pública, bolsa de estudos ou financiamento estudantil em instituição privada? O acesso ao ensino superior por meio do exame pode ser feito de diversas formas. Por isso, preparamos um guia sobre como usar a nota do Enem para entrar na faculdade.

escolher cursos

Para que serve o Enem?

Você já sabe, mas não custa lembrar que o Enem é aplicado há 20 anos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). Desde 2004, a nota do Exame Nacional do Ensino Médio é usada como critério de acesso ao ensino superior, concessão de bolsas e financiamentos de estudos.

Ingresso no ensino superior

Desde 2009, a nota do Enem é usada pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que reúne vagas ofertadas por universidades públicas brasileiras. Você pode optar por até dois cursos, sendo possível acompanhar a atualização da nota de corte e alterar a sua escolha, enquanto durar o período de inscrições. Cada instituição tem regras próprias, incluindo reserva de vagas a cotistas e adoção de bônus na média da nota do candidato.

Podem ainda ser aplicados critérios diferentes para o acesso a algumas áreas. Por exemplo, se você tiver interesse em um curso das Engenharias, a sua nota em Ciências da Natureza pode ter um peso superior às das demais provas. Também pode ser que o curso estabeleça uma nota de corte específica para cada uma das provas.

Em Portugal ou no Brasil

A sua média do Enem pode ser usada para admissão em instituições portuguesas de ensino superior conveniadas do MEC. Nessa modalidade, os custos de estadia e das mensalidades são de sua responsabilidade, ok? Assim como no Sisu, cada instituição portuguesa define seus critérios de adesão.

Programas de concessão de bolsa e de financiamento também fazem uso da nota do Enem. No Programa Universidade para Todos (Prouni), você pode concorrer a bolsa de estudos parcial ou total em universidades particulares brasileiras. Cada instituição define e disponibiliza as regras de acesso e as vagas disponíveis.

O seu desempenho nas questões do Enem, ainda, é critério de acesso ao financiamento estudantil do Fies. Funciona como um empréstimo a juros baixos, no qual o Governo Federal financia uma parte ou o valor integral das mensalidades. O pagamento do empréstimo começa a ser feito apenas após a sua formatura. Para concorrer ao Fies e ao Prouni você não pode ter zerado a redação e precisa ter um nota mínima de 450 pontos na prova.

Unicamp e USP

Recentemente, a USP aderiu ao Sisu para preencher parte das vagas ofertadas. Apenas parte, porque a prova da Fuvest continua sendo a principal forma de ingresso nessa universidade.

No caso da Unicamp, a universidade utiliza a nota do Enem para o ingresso em alguns cursos, mas tem um edital próprio para o Exame. Ela não utiliza o Sisu.

Unicamp e USP definem por meio de edital as regras para a concorrência das vagas com nota do Enem. Há a reserva de vagas para estudantes que cursaram integralmente o ensino médio em escolas públicas e para candidatos autodeclarados negros, pardos ou indígenas. Cada faculdade ou instituto da Unicamp e da USP tem autonomia para definir a nota mínima de corte.

Poliedro Educação oferece cursos preparatórios para o Enem e os concorridos vestibulares da  Unicamp e da USP. As aulas contam com metodologias inovadoras e dinâmicas. Acesso o portal e conheça as modalidades!

Nova call to action

Mais Posts