Garota definindo melhor horário para estudar

Descubra qual é o melhor horário para estudar e melhore seu desempenho

Robson Ribeiro

Quando estamos nos dedicando aos estudos, qualquer vantagem faz toda a diferença, não é mesmo? Seja um pouco mais de organização, algum tutor para acompanhar seu desempenho ou definir o melhor horário para estudar.

Nesse caso, será que existe alguma hora do dia que é melhor para se dedicar aos estudos? A resposta é não. Cada pessoa tem sua rotina e seu ciclo diário. Assim, o tempo ideal para se dedicar às leituras, exercícios e trabalhos costuma variar.

Mas é possível, sim, olhar para o seu dia e descobrir que horas estudar e quando você deve descansar. É isso que te ensinaremos ao longo deste post. Confira!

Garota definindo melhor horário para estudar

Faça o levantamento da sua rotina

O primeiro passo para entender qual é o seu horário ideal de estudos é fazer o levantamento da sua rotina. Mas em vez de só listar suas tarefas e seus tempos vagos (como fazemos em uma agenda), você deve apontar qual é seu grau de energia em cada etapa.

Faça a divisão da seguinte forma:

  • muito disposto;
  • disposto;
  • neutro;
  • indisposto;
  • muito indisposto.

Caso você seja o tipo de pessoa que acorda cansado e só começa a ficar produtivo de tarde, poderia colocar algo como:

  • acordo 08h da manhã — muito indisposto;
  • vou para a academia às 09h30 — indisposto;
  • preparo minhas refeições da semana às 17h — muito disposto.

E assim sucessivamente. A ideia é identificar quais são os momentos mais “ativos” da sua rotina.

Pense em quanto tempo estudar

Estudar é uma questão de dedicação, correto? Logo, é preciso definir, também, quanto de dedicação você quer redirecionar para essa atividade. Deixe bem claro qual é o tempo que pretende estudar ao longo da semana.

Ao saber o quanto você está disposto a melhorar seus conhecimentos acadêmicos, comece a procurar intervalos para estudar em sua rotina. Aproveite principalmente os horários nos quais a disposição está alta ou muito alta.

Mas faça isso de maneira dinâmica, combinado? Apesar de ser importante ter uma rotina, também é necessário testar os melhores horários e o tempo máximo de estudos. Não podemos esquecer que cada pessoa tem seu ritmo.

Para alguns, bastam duas horas de dedicação por dia e isso vai ser o suficiente para atingir seus objetivos. Outras pessoas precisam de mais tempo na frente dos livros.

Não importa qual seja o seu caso, o principal é encontrar o equilíbrio entre estudo e descanso, aproveitando seus horários de maior energia para se dedicar, e usando o tempo de menor disposição para descansar e evitar o estresse acumulado.

Defina o melhor horário para ler e fazer atividades

Outro detalhe importante que precisamos levar em consideração é a divisão entre o horário para ler e o horário para fazer exercícios práticos. Isso também faz uma grande diferença no seu dia.

Quer um exemplo? Algumas pessoas gostam apenas de ler, sem fazer anotações ou refletir sobre os parágrafos. Essa leitura pode ser monótona (dependendo do conteúdo) e caso seja feita perto do horário de dormir, o estudante acaba ficando com sono ainda mais cedo.

Por outro lado, ler dessa forma durante um período menos produtivo pode servir como “aquecimento” para o bloco de estudos que está preparado para as próximas horas.

Da mesma forma, exercícios ativos, que exigem raciocínio e te forçam a trabalhar (questões que envolvem matemática ou interpretações de texto, por exemplo) são uma boa alternativa para driblar o sono. Além disso, quando você termina de fazer essas atividades, o cansaço aparece e é mais fácil deitar e dormir, sem ficar se virando de um lado para o outro na cama.

Nesse caso, o estudante tem que criar uma rotina que varie entre momentos mais monótonos e momentos mais ativos, sempre priorizando a atividade que trará o melhor retorno ao longo do dia.

Faça o questionário matutinidade-vespertinidade

Mesmo depois de ter feito todas as dicas que falamos até o momento você não encontrou o melhor horário para estudar? Não tem problema. Existe um questionário bem interessante que foi criado para ajudar a entender qual é o seu nível de energia ao longo do dia.

O nome dele é “questionário matutinidade-vespertinidade”. Ele serve para identificar se você é uma pessoa matutina (que tem mais energia no período da manhã e início da tarde) ou vespertina (que aproveita melhor o seu tempo entre o meio da tarde e a madrugada).

Para encontrar esse teste é só pesquisar no Google e escolher o que acha melhor. Existem testes totalmente automatizados e aqueles que você precisa ler e fazer os cálculos por conta própria — fica a seu critério.

Entenda qual é o seu melhor horário para estudar

Depois de entender sua rotina, descobrir quanto tempo você precisa estudar e qual é seu perfil (vespertino ou matutino), é hora de montar um cronograma de estudos perfeito. Use seus picos de produtividade para estudar e deixe os momentos mais monótonos para as atividades que não requerem tanta atenção, como lavar louça, arrumar a casa ou pendurar a roupa no varal.

Com esses arranjos, seu tempo vai ser muito mais proveitoso. Além disso, ao usar os momentos certos para estudar é bem provável que sobre tempo no seu dia e dê para descansar vendo uma série, lendo algum livro que não seja acadêmico, jogando, saindo com os amigos ou fazendo qualquer outra atividade que você goste.

E já que a ideia é montar uma agenda vencedora, leia nosso post que te ensina a criar uma rotina de estudos eficiente.

Aprenda a criar uma rotina de estudos!

 

Assine nosso blog

Assine !

Mais Posts