teste vocacional

Entenda o que é teste vocacional e veja como ele pode te ajudar!

Robson Ribeiro

“O que você quer ser quando crescer?”. Todo mundo já ouviu essa pergunta pelo menos uma vez na vida e tem muita gente que cresceu, mas ainda não sabe responder. Fazer um teste vocacional pode ajudar a encontrar a resposta ou talvez apontar alguns caminhos possíveis.

Mas, afinal, o que é um teste vocacional? Como ele pode auxiliar quem está naquele momento decisivo de escolher a faculdade? Continue lendo para descobrir.

para quê fazer teste vocacional

Como funciona o teste vocacional 

O teste vocacional não é como um simulado do ENEM, onde os pontos são somados no final, e alguns ficam melhor colocados que outros. Pelo contrário: é uma espécie de análise individual do perfil do candidato e das suas habilidades. Com base nessa avaliação, são apontadas ao futuro universitário quais as melhores opções para ele dentro do que existe no mercado de trabalho. 

Vale lembrar que o teste é uma orientação e não um veredito. A responsabilidade pela decisão final será sempre muito pessoal e não compete a nenhuma análise.

Geralmente são os psicólogos especialistas em carreira os responsáveis por realizar testes vocacionais. Coaches também costumam oferecer esse tipo de serviço. Já há muitos sites que oferecem versões gratuitas do mesmo e pode ser até um bom norte, mas nunca será a mesma coisa de uma avaliação profissional e completa.

Incluída em um contexto de orientação profissional, a sessão pode ser feita individualmente ou em grupo. São colocadas questões, feitos exercícios e discutidos quais os objetivos, receios e expectativas do estudante. É importante lembrar que as respostas devem ser dadas com honestidade, pois elas influenciarão diretamente no resultado.

E o que eu faço com as respostas?

Como já foi dito anteriormente, não é o teste vocacional que vai definir a sua vida. Para quem não sabe como escolher uma profissão, ele pode funcionar como um norteador ou uma ferramenta de autodescoberta.

O resultado do teste pode ampliar os seus horizontes e fazer você considerar carreiras que talvez não tivesse cogitado ainda. Ele faz com que você enxergue além da ansiedade e da pressão de ter que escolher uma profissão em tão pouco tempo. Surge o medo de não conseguir, a incerteza da aprovação e do futuro no mercado de trabalho. São muitos sentimentos para lidar ao mesmo tempo.

A maior vantagem do teste vocacional, na verdade, é que ele é uma poderosa ferramenta de autoconhecimento. Essa pode ser a primeira vez que o candidato vê algumas das suas características listadas e se reconhece. Entre dar conta das tarefas do cotidiano, temos pouco tempo para ouvir e entender quem somos. O processo pode ser interessante tanto a nível profissional como pessoal.

Identificando quem é e o que quer, sem influências ou ideias erradas, você terá mais capacidade de optar por uma carreira genuína, com expectativas reais e ajustadas. 

Mesmo a pergunta que usamos lá no início do texto não fique completamente respondida, pelo menos você deu mais um passo em direção à resposta. Uma coisa é certa: com apoio e uma boa orientação, “quando você crescer” será realizado, independente da área que escolher seguir.

Hora H: o que cai no Enem, afinal?

Mais Posts