Garota com dúvidas sobre qual curso superior fazer

Não sei qual curso fazer. Como escolher um que combine com meu perfil?

Robson Ribeiro

Quantas vezes você já ouviu que entrar para a faculdade é o que você precisa fazer para ter uma boa profissão no futuro? Essa afirmação não está errada, mas tem uma coisa que poucas pessoas falam: saber qual curso superior fazer é o que realmente importa.

Ao longo da faculdade, você se dedicará por quatro, cinco ou seis anos em alguma área específica do conhecimento. Os estudos ficam mais complexos e é preciso dedicação — e como ter dedicação sem gostar do que está fazendo, não é mesmo?

Por isso, separamos algumas dicas que vão te ajudar a entender sobre como escolher uma faculdade. Confira!

Garota com dúvidas sobre qual curso superior fazer

Peça sugestões para as pessoas que te conhecem

Caso você ainda não faça a mínima ideia sobre qual curso superior fazer, é interessante pedir sugestões para amigos, familiares e conhecidos próximos. Essas pessoas te conhecem e já podem até mesmo ter te associado com alguma profissão ou faculdade.

Se mais de uma pessoa tiver tido a mesma percepção, pode ser que o perfil dos estudantes ou profissionais daquela área realmente combinem com o seu. Com essa informação em mãos, é mais fácil pesquisar sobre o funcionamento do curso e do mercado de trabalho.

Entretanto, mesmo que vários conhecidos digam a mesma área, ainda é importante que você não aceite isso como uma verdade absoluta. Pelo contrário, vá pesquisar mais a fundo e tire suas próprias conclusões (as sugestões são apenas pistas, a real escolha do curso superior deve ser feita exclusivamente por você).

Faça uma lista de opções

Se você tem já algumas áreas de estudo em mente, use isso a seu favor. Faça uma lista com todas as alternativas que acredita serem compatíveis com seu perfil. Depois, comece a procurar saber mais sobre essas áreas.

Pesquise principalmente sobre as disciplinas que são estudadas nos cursos que chamam sua atenção e as principais profissões de quem faz essa graduação tende a trabalhar. Os melhores sites para fazer isso (bem como ter uma ideia de quanto ganha o profissional formado em cada área) são:

Enquanto pesquisa, vá fazendo uma lista de prós e contras para cada curso superior. Deixe bem claro o que te atrai em cada área e o que pode te afastar. Depois, olhe qual das opções tem os pontos positivos mais interessantes e os negativos menos impactantes, tanto para a sua formação quanto para seu futuro profissional.

Converse com profissionais da área

Uma das melhores alternativas para descobrir qual curso superior combina com seu perfil é conversar com profissionais da área. Eles têm uma experiência real de mercado e podem te dizer, exatamente, com o que trabalham, como trabalham e quais atribuições precisam lidar diariamente.

Caso queira fazer isso, lembre-se que existem várias atividades que o profissional formado em determinada área pode fazer. Um médico, por exemplo, pode atuar em várias especialidades e em diferentes ambientes — o cardiologista de um grande hospital tem atribuições bem diferentes do que de um clínico geral que atende em seu próprio consultório.

Para facilitar esse processo, estude um pouco sobre a atuação profissional da área que você tem interesse e veja quais atividades chamam a sua atenção. Depois, encontre alguns profissionais e converse com eles.

É possível utilizar o LinkedIn para encontrar essas pessoas e uma conversa virtual pode ser bem proveitosa.

Busque uma boa avaliação vocacional com psicólogo

Um profissional que você pode recorrer para ajudar na escolha profissional é o psicólogo. Por meio de testes, ele identifica sua personalidade, conhece seus padrões comportamentais, entende seus gostos e aptidões.

Com essas informações, o psicólogo avalia as principais áreas que combinam com o perfil encontrado e lista algumas opções que poderiam te agradar. Além disso, o profissional também te orienta sobre como continuar pesquisando e aprendendo antes de tomar uma decisão final.

A avaliação vocacional existe em diferentes níveis, desde o processo mais simples (como o que foi citado) até grandes eventos focados apenas nisso. Algumas empresas oferecem uma vivência intensiva focada na descoberta da sua vocação — processos mais complexos e com mais etapas são melhores, mas também têm um custo financeiro maior.

Participe de feiras de profissão

Algumas instituições de ensino, especialmente as públicas, promovem feiras de profissão para que os estudantes do Ensino Médio, ou as pessoas que já se formaram, mas ainda estão em dúvida, possam conversar e entender melhor cada área do conhecimento.

Essa é uma oportunidade interessante para conhecer pessoas que estão dispostas a ensinar e falar sobre ensino, educação, pesquisa, docência e mercado de trabalho. Elas não só vão mostrar os possíveis caminhos de cada escolha de curso superior, como vão te ajudar a entender os pontos positivos e negativos deles.

As feiras de profissão são como se fossem a entrevista com profissionais da área, que citamos em outro tópico deste texto. A grande diferença é que você não precisa “correr atrás” da pessoa para conversar. Nesses eventos, vários profissionais estão juntos e disponíveis para conversar, só esperando que alguém vá até eles e faça as perguntas.

Seguindo essas dicas, com certeza você vai escolher um curso superior que combina com seu perfil. Dê a devida atenção a essa etapa da sua vida, já que a escolha que fizer vai ser seguida por vários anos. Então, escolha com cuidado!

Para entender um pouco mais sobre o que você pode fazer, leia nosso texto sobre o que é teste vocacional e veja como ele pode te ajudar!

Entenda o que é um teste vocacional!

 

Assine nosso blog

Assine !

Mais Posts